Amazon registra prejuízo de US$ 3,8 bilhões no 1º trimestre

By Katy Müller 2 Min Read

A Amazon teve prejuízo líquido de US$ 3,8 bilhões no primeiro trimestre de 2022, equivalente a US$ 7,56 por ação, bem abaixo do ganho de US$ 8,1 bilhões registrado em igual período do ano passado, segundo balanço publicado nesta quinta-feira (28). De acordo com a FactSet, um lucro de US$ 8,35 por ação era esperado.

O prejuízo inclui uma perda de avaliação antes de impostos de US$ 7,6 bilhões incluída em despesas não operacionais do investimento em ações ordinárias da Rivian Automotive, produtora de veículos elétricos.

As vendas líquidas aumentaram 7% para US$ 116,4 bilhões no primeiro trimestre, em comparação com US$ 108,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021. Excluindo o impacto desfavorável de US$ 1,8 bilhão das mudanças nas taxas de câmbio ao longo do trimestre, as vendas líquidas aumentaram 9% em comparação com primeiro trimestre de 2021, aponta.

No próximo trimestre, a Amazon espera que as vendas líquidas fiquem entre US$ 116,0 bilhões e US$ 121,0 bilhões, ou cresçam entre 3% e 7% em comparação com o segundo trimestre de 2021. A orientação antecipa um impacto desfavorável de aproximadamente 200 pontos base das taxas de câmbio, aponta.

“Trabalhamos com pressões inflacionárias e da cadeia de suprimentos em andamento, mas vemos um progresso encorajador em várias dimensões da experiência do cliente, incluindo o desempenho da velocidade de entrega, pois agora estamos nos aproximando de níveis não vistos desde os meses imediatamente anteriores ao pandemia no início de 2020”, afirmou Andy Jassy, CEO da Amazon.

Às 17h26 (horário de Brasília), a ação da Amazon caia 8,33% no ‘after hours’ em Nova York.

Share This Article
Leave a comment