Inflação ao consumidor (CPI) da Alemanha sobe 6,4% em junho e confirma previsões

By Katy Müller 3 Min Read

O núcleo da inflação, que exclui as variações de energia e alimentos, mostrou alta de 5,8% em junho, ante 5,4% em maio

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha subiu 0,3% em junho em relação a maio e mostrou alta de 6,4% ante o mesmo mês do ano passado, segundo dados finais divulgados nesta terça-feira (11) pelo Destatis, o departamento de estatísticas do país. O dado confirmou a prévia da inflação do mês e também ficou em linha com a mediana das projeções de analistas.

Ruth Brand, presidente do Destatis, destacou em nota que a taxa de inflação voltou a subir ligeiramente depois de desacelerar por três meses consecutivos. Em maio, o CPI alemão tinha ficado em 6,1%.

O núcleo da inflação, que exclui as variações de energia e alimentos, considerados mais voláteis, mostrou alta de 5,8% em junho, ante 5,4% em maio.

“Os alimentos continuaram sendo o maior impulsionador da inflação. Existe também um efeito de base devido às medidas de alívio do governo federal de 2022”, explicou Ruth, ao lembrar da adoção do bilhete de 9 euros no transporte e o desconto no combustível aplicado no ano passado.


Os preços dos produtos energéticos em junho de 2023 subiram 3,0% em relação ao mesmo mês do ano anterior, após um aumento de 2,6% em maio. Os aumentos de preços foram particularmente pronunciados nos combustíveis sólidos (+26,6%) e no gás natural (+20,8%). Aumentos de preços acima da média também foram observados para eletricidade (+10,5%) e aquecimento urbano (+9,3%).

Em contraste, os preços dos derivados de petróleo caíram consideravelmente em 12,8%, com destaque para o óleo de aquecimento (-36,5%).

Os preços dos alimentos subiram 13,7% em bases anuais em junho, um pouco abaixo dos 14,9% verificados em maio. Os consumidores tiveram de pagar significativamente mais pelos produtos lácteos (+22,3%) e pelo açúcar, compotas, mel e outros produtos de confeitaria (+19,4%).

Também foram registradas altas substanciais dos preços dos legumes (+18,8%), peixe, produtos da pesca e mariscos (+18,5%), pão e cereais (+18,3%).

Os preços dos serviços subiram 5,3% em junho de 2023 face ao mesmo mês do ano anterior

Share This Article
Leave a comment